6 sinais que podem indicar problemas de saúde

Perceber os sinais que o corpo emite pode ser um exercício valioso para a saúde, você sabia? Com isso, podemos evitar que pequenos problemas tornem-se grandes doenças. Mas como saber interpretar o nosso organismo? Se você também tem essa dúvida, confira no post de hoje, algumas dicas que podem te ajudar a perceber se há algo de errado com o seu corpo. Acompanhe com a gente:

Leia sua pele

Maior órgão do corpo, a pele é a superfície que transmite as pistas sobre o seu funcionamento integral. Alterações como bolhas, feridas, manchas ou descoloração podem ser os primeiros sinais de problemas mais sérios:

  • Manchas amareladas no contorno dos olhos: se você notar essas manchas, como bolsas que se formam ao redor dos olhos (os xantelasmas), certifique-se de que não se trata de aumento do nível de colesterol no sangue. Elas são indolores, mas podem ser sinais de problemas mais graves.
  • Má cicatrização: toda lesão que tem uma cicatrização demorada pode significar problemas de saúde, comumente, diabetes. Observe se passou dos seis a sete dias — considerados o período normal — e se houve formação de crostas que, quando soltas, sangram. Este pode ser um indício de câncer de pele.
  • Fragilidade dos vasos na região dos olhos: se essa região se torna mais escura que o comum, tornando visível certa fragilidade dos vasos, você deve se atentar para doenças vasculares e inflamatórias ou alergia a glúten.
  • Pintas espalhadas pelo corpo: todos nós temos pintas, geralmente em função da exposição ao sol. No entanto, é importante acompanhar o crescimento delas: havendo muita evolução ou variação na coloração e tamanho, procure um profissional da saúde. Algumas delas podem se modificar, tornando-se uma espécie de câncer de pele — o conhecido melanoma.
Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

Entenda as alterações que ocorrem nas unhas

As unhas são uma parte do corpo capaz de sinalizar dezenas de problemas, e, por isso é importante acompanhar as modificações delas e conhecer seus significados:

  • Unhas secas, quebradiças, opacas, côncavas e algumas vezes com descolamento da carne nas extremidades pode ser sintomas de anemia.
  • Unhas curvadas para baixo, roxeadas e alargadas: podem indicar doenças cardíacas.
  • Unhas grossas, amareladas ou acinzentadas: observe outros sintomas para certificar-se de que não se trata de uma possível doença renal.
  • Unhas frágeis, doloridas e com pontos hemorrágicos: observe bem o funcionamento de seu estômago e intestino, pois pode se tratar de uma doença digestiva.
  • Unhas avermelhadas e grossas, com pequenas veias no dedo na proximidade das unhas: se junto a estes sintomas, elas apresentarem micoses frequentemente (que engrossam e escurecem as pontas dos dedos), verifique a possibilidade de uma diabetes.
  • Unhas com pequenas manchas roxas: se elas surgirem, fique de olho, pois pode ser sinal de doenças infecciosas, como meningite e septicemia.
imagem: divulgação

imagem: divulgação

Fique atento aos seus cabelos

É muito comum que percamos de 100 a 200 fios de cabelo por dia, no entanto, esteja sempre atento ao seu corpo para notar se houve redução do montante (cabelo mais ralo):

Queda de cabelo: muitas são as razões quem provocam queda de cabelos — gravidez, medicamentos, alterações hormonais, anemia e estresse estão entre os fatores. Nas mulheres, isso pode significar alteração na tireoide — diagnóstico apenas confirmado a partir de exames que avaliam os níveis de hormônio. Além disso, ainda que menos frequente, pode ser um sinal de lúpus ou sífilis.

Observe seu peso

Algumas pessoas têm maior equilíbrio de peso, perdendo ou ganhando apenas dentro de uma variação pequena. Outras, no entanto, oscilam mais. O importante é observar se há ganho excessivo, que pode indicar alguma espécie de distúrbio: se você ganhou, inesperadamente, muito peso, verifique se não é parte do efeito colateral de algum medicamento que diminui a taxa de metabolismo ou atente-se para transtornos emocionais ou doenças como hipotireoidismo, disfunções hormonais ou excesso de insulina no organismo (insulinoma). Notando o sintoma, busque uma alimentação e hábitos mais saudáveis e procure um médico.

Acompanhe seu consumo de água

Quando faz calor, é comum que tenhamos mais sede. No entanto, é importante observar se o desejo aumentou desproporcionalmente. Se você tem sede muito frequentemente, é importante o buscar acompanhamento para detectar possíveis problemas, como diabetes.

Note se o seu desânimo não é exagerado:

Depois de um dia pesado de trabalho, é comum ficarmos cansados e desejosos de uma cama. No entanto, algumas vezes, este desânimo toma conta da pessoa durante todo o dia, e isso não é normal: o sono constante e fadiga rápida podem indicar problemas como anemia, desnutrição, hipotireoidismo, diabetes, doença pulmonar (baixa oxigenação), problemas cardíacos, distúrbios de sono (problemas com ronco ou apneia) ou pressão baixa.

Imagem:Divulgação

Imagem:Divulgação

Agora que você conhece um pouco mais os sinais que seu corpo pode dar quando algo não estiver normal, observe-se e se cuide. Ao notar qualquer anormalidade procure um médico. Se você tem alguma dúvida ou sugestão sobre este tema, deixe o seu comentário!

Comente (será moderado)